O Fascínio

O FascínioSINOPSE

Um dia como os outros. Lino Paes Rodrigues chega ao seu escritório de empresário imobiliário sabendo já que nada de bom o espera. Mas quando abre uma carta pessoal, dá-se conta de que afinal a sua vida pode ter mudado completamente nesse dia: um tio-avô, com quem há longos anos se zangara, acabou de morrer deixando-lhe em herança uma enorme herdade no Alentejo, junto a Elvas.

“Não é bom remexer no passado. – Porquê? Porque se pode descobrir a verdade.”
É isso que Lino devia ter percebido quando essa súbita herança o levou de volta a um lugar e a um tempo que ele já tinha esquecido e onde afinal ainda pairam memórias e fantasmas que ele não deveria querer despertar.
Uma mulher que o ama e odeia, um filho que só pensa no que ficará para si próprio, e a teia em que se vai vendo enredado e que todos vão tecendo à sua volta – o caseiro, o ex-inspector da Judiciária de modo de vida duvidoso, o político deslocado em Lisboa que parece continuar a manobrar as influências locais -, mas sobretudo as velhas imagens dos seus antepassados cujos rostos se vão, entre sonhos e pesadelos, misturando com os das pessoas com quem agora se cruza, mas também os seus actos inconfessáveis que o parecem levar de volta aos anos trinta e a uma violência tremenda e calada e de que já ninguém quer falar…

FICHA TÉCNICA

Realizador: José Fonseca e Costa | Género: Drama
Ano: 2003 | Data da Estreia: 2003-12-26
Com: Vítor Norte, Sylvie Rocha, Paulo Pires

À Venda na FNAC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.