Veneno Cura

Veneno CuraFiz este filme porque acredito no amor. Fiz este filme porque escolhi viver com o amor como força vital, fazendo um esforço de empatia com os outros. A crença na partilha, no outro que é diferente de nós, no amor – no amor no sentido mais absoluto. É desta forma que a realizadora nos apresenta Veneno Cura.

SINOPSE

Há um momento em que todos nos cruzamos.

Na noite escura.

Quando perdes tudo o que há para Perder, o que é que te faz continuar?

O teu pior?

O teu melhor?

O que te impede de te atirares da ponte na primeira oportunidade?

O que és capaz de fazer para sobreviver à mais terrível das dores?

Amas com as tripas de fora.

O que és capaz de fazer por amor?

Como é que sobrevives com o coração partido?

Quanto tempo dura um sentimento?

Tem prazo?

Já morreste de amor?

Não se pode viver sem amor.

O amor salva.

O amor mata.

O amor cura.

Há um Porto onde se morre de amor.

Há um clube onde tudo é permitido.

Imperatriz.

Vem.

FICHA TÉCNICA

Realizadora: Raquel Freire | Género: Drama
Ano: 2007 | Data da Estreia: 15-01-2009
Com: Sofia Marques, Margarida Carvalho, Sandra Rosado, Miguel Moreira, Gustavo Vicente, Susana Vidal, João Garcia Miguel, Gonçalo Amorim, Ana Ribeiro, Ana Brandão, Márcia Breia, Mónica Calle, Maria d’Aires

2 Comentários em “Veneno Cura”

  1. Excelente musica, argumento e realizacao. Este filme e a prova de que o cinema Portugues tem muito para dar. Raquel nao esqueceu as licoes do passado do cinema. De Hitchcock a Almodovar, notam-se muitas influencias. O mais incrivel e que nao e um filme comercial nem popularucho, embora tenha sexo, romance e sangue.
    Parebens!

  2. Não concordo com as referências, parece-me que há aqui muito cinema novo. Há muita garra e audácia à Almodovar, mas o registo é mtas vezes onírico, espectral.
    A música tb me deixou pasmo, assim como a próprio argumento, que fiquei ontem a saber q tb é da realizadora.
    Não percebo bem as crítiacs que tenho lido, acho q se este filme viesse de outro país (ou se fosse realizado por um homem…upps) seria altamente elogiado.
    Bem, a mim tocou-me. E muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.