A Zona

A Zona - Sandro AguilarA perda, o vazio que fica quando alguém morre, o corpo anestesiado pela dor. Os objectos, as memórias e as possibilidades interrompidas, um território de fantasmas mas que também pode ser imensamente libertador.
Um filme que rejeita a narrativa tradicional e constrói-se a partir de “imagens, sons e sensações”, como descreve o realizador Sandro Aguilar, que se estreia com “A Zona” nas longas-metragens.

SINOPSE

Um homem observa o corpo do pai deitado numa cama de hospital, que apenas se mexe graças à maquina de respiração artificial que o mantém vivo. Numa ambulância, uma mulher grávida, tomada pelo pânico, agarra-se ao marido, enquanto os médicos tentam ressuscitá-lo.

Num apartamento, o homem tenta familiarizar-se com o espaço desabitado onde o pai costumava viver. O cão ainda lá está, mas a sua presença não atenua de forma alguma o vazio que dali emana. No campo, vive um casal à espera de bébé. Uma noite, o marido sai e não regressa. Estes homens e mulheres parecem anestesiados pela sua dor.

FICHA TÉCNICA
Realizador: Sandro Aguilar | Género: Drama
Ano: 2008 | Data da Estreia: 2009-05-07 | Duração: 99m
Com: Isabel Abreu, António Pedroso, Cátia Afonso

4 Comentários em “A Zona”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.