14º Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa

Apresentação do Programa do Queer Lisboa 14

14º Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa – 17 a 25 de Setembro, Cinema São Jorge

Teve lugar no passado dia 7 de Setembro, a Conferência de Apresentação do Queer Lisboa 14, no Cinema S. Jorge, onde foi apresentada a programação completa e actividades da 14ª edição deste que é já o mais antigo Festival de Cinema da cidade de Lisboa.

O Festival conta com um total de 118 filmes, sendo, uma vez mais, os EUA o país mais representado, com um total de 30 filmes. Destaque este ano para a presença da cinematografia Suíça, com um total de 12 títulos (o segundo país mais representado, a par da França), graças a um importante apoio da Swiss Filmes, agência do cinema Suíço, na organização do Ciclo de Cinema Queer Suíço: Os Fazedores de Suíços. Estarão presentes em Lisboa diversos realizadores e personalidades ligados ao Cinema Suíço. O Queer Lisboa retomou também este ano um importante investimento no Cinema Espanhol, com um total de 10 títulos.

O Júri Internacional do Queer Lisboa 14 é composto, na Secção Competitiva para a Melhor Longa-Metragem, por Rita Blanco (Actriz, Lisboa), José Luís Peixoto (Escritor, Lisboa), Michèle Philibert (Programadora, Marselha), Gorka Cornejo (Realizador, San Sebastián) e Thomas Abeltshauser (Crítico de Cinema, Berlim).

O Júri Internacional da Secção Competitiva para o Melhor Documentário é composto por Veronika Minder (Realizadora, Berna), Rui Pedro Tendinha (Crítico e Programador de Cinema, Lisboa), e Adília Godinho (Jornalista da RTP, Lisboa).

Este ano, o Festival conta com a RTP como Televisão Oficial, sendo o Prémio da Competição para o Melhor Documentário, no valor de 3.000,00 Euros, atribuído pela RTP 2, pela compra dos direitos de exibição do filme vencedor, a passar neste Canal. A RTP 2 exibirá, igualmente, um programa de documentários de temática queer, no decorrer das datas do Festival.

O Prémio da Competição para a Melhor Longa-Metragem, no valor de 1.000,00 Euros, é patrocinado pela Absolut Vodka. O Prémio da Competição para a Melhor Curta-Metragem (Prémio do Público), no valor de 500,00Euros, é patrocinado pela Manhunt.

Cinquenta títulos competem ao todo nas secções competitivas. Em franca expansão estão também as diversas secções fora de competição, com destaque para a secção Queer Art, este ano repartida por duas sub-secções: Corpos Performativos, Géneros Performativos: do feminismo sexo-positivo, à pós-pornografia queer e Performance e Arte Vídeo. São vários os convidados internacionais presentes nesta secção: o realizador catalão Jo Sol, apresentará o seu documentário Fake Orgasm; o realizador espanhol Juanma Carrilo apresentará a sua curta Perfect Day; e o australiano Alexander Edwards, apresenta a curta Split Milk.

Também presentes em Lisboa estarão o conceituado realizador francês Sébastien Lifshitz, que apresenta no Sábado, dia 18 de Setembro, a sua longa-metragem Plein Sud. A actriz brasileira Tatiana Issa (celebrizada por novelas como Hilda Furacão ou filmes como O Guarani, de Norma Bengell) estará também presente em Lisboa, onde apresenta o documentário Dzi Croquettes, realizado em parceria com o actor Raphael Alvarez, também presente nas sessões. Sigfrid Monleón apresentará a sua longa-metragem El Cónsul de Sodoma, uma grande produção espanhola sobre o poeta Gil de Biedma, e que dará lugar um posterior debate.

O Espaço da Memória / Queer Memory 2010 continua, na sua 2ª edição, a celebrar algumas figuras incontornáveis da cultura queer. As sessões especialmente dedicadas a clássicos, exibirão Marrocos (1931), de Josef von Sternberg e Cabaret (1972), de Bob Fosse, sendo seguidas por conversas com Lia Gama e Eduardo Pitta, respectivamente. Destaque este ano para Mário Cesariny, com a organização de uma exposição de obras e objectos do autor e artista plástico, nos vários espaços do Cinema São Jorge. Em redor de Cesariny foi também programado um ciclo de filmes e um debate com personalidades que privaram consigo.

O Queer Lisboa 14 conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e do Ministério da Cultura / Instituto do Cinema e do Audiovisual, para além de um conjunto de representações diplomáticas e institutos culturais sediados em Lisboa, tais como o Instituto Cervantes, o Instituto Franco-Português, o Goethe-Institut, a Embaixada de Israel, a Embaixada da Suíça ou a Embaixada da Noruega. O Festival tem um orçamento de apoio financeiro directo de 76.000,00Euros, para além de um conjunto de apoios logísticos e apoios financeiros indirectos estimados em 47.000,00Euros. Assim, o custo do Queer Lisboa 14 é de 123.000,00Euros, o que nos permite, num ano particularmente difícil para a Cultura em Portugal, manter a qualidade e volume de filmes apresentados, para além de outras actividades, bem como a presença em Lisboa de convidados e imprensa estrangeira no Queer Lisboa 14.

O Filme de Abertura da presente edição do Festival é Do Começo ao Fim – From Beginning to End (Brasil, 2009, 96’), de Aluizio Abranches. Antes da sua estreia no Brasil, em Novembro de 2009, esta longa-metragem causou um furor mediático e enorme polémica naquele país, devido à história que relata: a da relação entre dois meios-irmãos.
Protagonizada pelos estreantes João Gabriel Vasconcelos e Rafael Cardoso, o filme conta igualmente com a participação dos veteranos Júlia Lemmertz e Fábio Assunção. Num registo de melodrama, e com a cidade do Rio de Janeiro como pano de fundo, Do Começo ao Fim procura desconstruir os preconceitos e os tabus associados à relação de Francisco e Thomas, nomeadamente aqueles da homossexualidade e do incesto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.